Perícias representam todo o treinamento que o personagem possui que gera algum tipo de bônus e não uma habilidade ou manobra adicional como uma vantagem. Isso inclui habilidades variadas desse andar sem ser notado, construir armas e armaduras ou itens, tentar convencer alguém que esta falando a verdade quando esta mentindo, se equilibrar em áreas escorregadias, cavalgar cavalos ou outros tipos de animais e as capacidades de combate do personagem que não dependem de seu talento, mas sim de treinamento.

O que são as perícias?

Perícias são habilidades aprendidas através de uma combinação de treinamento (as graduações na perícia) e talento natural (a graduação no atributo). Para usar a perícia, jogue:

3d6 + Graduações na Pericia + Graduações no Atributo + outros modificadores.

Quanto maior o total, melhor. Normalmente, você esta buscando um total que iguale ou exceda uma dificuldade (DIF) especifica, ou o total do teste de outro personagem (no caso de um teste resistido).

Graduações na Perícia: As suas graduações em uma perícia são baseadas no numero de pontos que você investiu em perícias. Se você tiver graduações em uma perícia, é considerado treinado nessa perícia. Você pode usar algumas perícias mesmo que não tenha graduações nelas. Isso se chama usar perícia sem treinamento.

Graduação no Atributo: Cada perícia tem um atributo-chave, as graduações no atributo são aplicadas aos testes com a perícia. O atributo chave de cada perícia é informado na sua descrição.

Outros modificadores: Modificadores diversos em testes de perícias incluem: modificadores de situação por condições favoráveis ou desfavoráveis, bônus por Vantagens ou magias, penalidade por não ter ferramentas apropriadas, entre outros.

ADQUIRINDO PERÍCIAS

Os benefícios que as Pericias fornecem a você são um bônus igual a sua graduação na pericia em todos os testes utilizando a pericia em questão. Você escolhe as graduações das suas pericias gastando pontos de experiência nelas. Aumentar a graduação de uma pericia em 1 graduação custa 10 pontos de experiência.

As pericias são determinadas por graduações que variam entre 0 e 10. Valores acima de 10 geralmente são reservados para seres sobrenaturais ou quase divindades.

As graduações não precisam ser todas designadas para a mesma perícia. Os personagens podem realizar algumas tarefas sem nenhum treinamento, usando apenas talento puro (definido por suas graduações no atributo-chave), mas personagens peritos são melhores nas tarefas em questão.

Limites de graduações em Pericias: O numero máximo de graduações em uma pericia que você pode possuir é igual ao valor em graduações do Atributo-chave da pericia.

Ex: Um personagem pode ter no máximo 7 graduações na pericia Luta porque possui somente 7 graduações no Atributo Destreza que é o Atributo-chave desta pericia. Para poder colocar 8 graduações na pericia Luta antes ele precisa aumentar o seu Atributo Destreza para 8.

 

Graduação Descrição Custo
1 Curioso 1
2 Novato 2
3 Competente 3
4 Habilidoso 4
5 Profissional 5
6 Veterano 6
7 Especialista 7
8 Excepcional 8
9 Lendário 9
10 Ápice 10

 

GRADUAÇÕES E ESPECIALIDADES

Todas as pericias apresentam graduações que indicam o grau de aperfeiçoamento e instrução do personagem. Como já explicado as graduações variam de 0 (não treinado) a 10. Quanto maior for a graduação de seu personagem numa pericia, melhor ele é no uso que faz dela. A maioria das pericias representa áreas amplas de conhecimento e experiência. Por exemplo, a pericia Luta, reflete a habilidade de um personagem com todos os tipos de armas e combate corpo a corpo, como espadas longas, maças e ataques desarmados. Mas dentro desses campos mais amplos de instrução, uma pessoa geralmente se concentra em habilidades especificas ou corpos de conhecimento que mais lhe agradam. Um combatente pode ser treinado em todos os tipos de armas de combate corpo a corpo (a pericia Luta), mas tem preferencia por usar armas de uma mão acima de todas as outras e assim aprende a usa-las melhor do que as armas de duas mãos ou seus ataques desarmados. O sistema de Jornada RPG simula isso exigindo que você escolha uma “especialidade” para a maioria das pericias do seu personagem. Sua escolha das especialidades reflete o treinamento ou as preferencias particulares de seu personagem, os tópicos com os quais ele está mais familiarizado, e assim por diante. Por exemplo, se ele tem a pericia Medicina como ele a usa? Ele tem experiência de estadia em hospitais ou apenas cuidava de pequenas feridas de sua família e vizinhos? Dependendo da sua resposta a essas perguntas, você escolheria Diagnose, Primeiros Socorros ou Cirurgia como especialidades para o seu personagem. Uma pericia representa uma larga competência. Uma especialidade diz no que o seu personagem se destaca dentro deste campo.

É claro que ter uma especialidade não significa que o seu personagem desconhece os outros aspectos da pericia. Significa apenas que ele não é tão proficiente nos mesmos. Um personagem com Pontaria (especialidade Arcos) sabe como atirar com as armas de arremesso que possui. Ele só não é tão bom nisso quanto em atirar com arcos. Ao fazer um teste em que o personagem Não possui especialidade (arcos ao invés de arremesso, como dito acima) você recebe um redutor de -3, e não sofre nenhum tipo deredutor aos usar uma especialidade que o personagem possua.

Exemplo: um personagem que utilizar a sua pericia Luta (armas de duas mãos) +10, para tentar acertar um inimigo usando uma arma de duas mãos ele não sofre nenhum tipo de redutor (+10) então ele acrescenta 10 ao resultado da sua jogadas de dados ao fazer esse teste. Mas se ele tentar acertar seus inimigos com um ataque desarmado, ele sofre um redutor de -3 porque não possui a especialidade ataque desarmado, então acrescenta apenas  7 (10 -3).

Muitas descrições de pericias incluem uma lista de especialidades sugeridas, aquelas mais comumente associadas a pericia. É claro que essas não são necessariamente as únicas especialidades que cada uma das pericias poderia ter. O Narrador e os jogadores podem criar outras que pareçam apropriadas, embora sempre com a aprovação do narrador. De maneira similar, você poderia com a aprovação de seu Narrador, criar pericias inteiramente novas para abranger áreas de competência nas quais você deseja que o seu personagem supere.

Toda vez que um personagem adquire a primeira graduação em qualquer pericia ele recebe uma especialização relacionada aquela pericia gratuitamente.

É possível comprar novas especializações através da Vantagem Especialista, que fornece uma especialização adicional em qualquer pericia que o personagem desejar.

Nem todas as pericias apresentam especialidades. Algumas, como Escalar ou Saltar, não precisam dessa divisão. Os personagens podem aprender todos os aspectos da pericia igualmente bem. Todos os personagem que utilizarem uma pericias que não possui especialidade simplismente não recebe nenhum tipo de redutor de -3 por não possuir algum tipo de especialidade, como se o personagem simplesmente conhecesse todas as especialidades relacionadas a pericia.

 

TESTES DE PERÍCIA  SEM TREINAMENTO

Em geral, se você tenta usar uma perícia que você não tem você faz um teste de perícia normalmente. O seu modificador de perícia não tem um numero de graduações adicionado, porque você não tem nenhuma graduação na perícia e nem Especialidades e o bônus por as possuir. Contudo, você pode ter outros modificadores, como o modificador de Atributo para o atributo chave da perícia.

Muitas perícias podem ser usadas apenas se você tem treinamento. Essas perícias estão marcadas com “Não” na coluna “Sem Treinamento” na tabela perícias, e listadas como “apenas treinado” em suas descrições. Tentativas de usar essas perícias sem treinamento falham automaticamente.

 

Usando as perícias

Quando você usa uma perícia, faz um teste de perícia, faz um teste de perícia para ver como você se sai. O seu resultado deve igualar ou exceder um numero especifico para que você seja bem sucedido. Quanto mais difícil a tarefa, maior o numero que você precisa alcançar. Veja testes, no capitulo introdução para uma media das dificuldades relacionadas a testes.

 

 

Perícias de Interação

Certas perícias, chamadas perícias de interação, são usadas para lidar com outras pessoas através de interação social. Perícias de interação permitem que você influencie as reações dos outros. Fazendo com que eles cooperem com você. Como perícias de interação têm o objetivo de lidar com outras pessoas socialmente, elas têm alguns requerimentos.

Em primeiro lugar, você deve ser capaz de interagir com os alvos da perícia. Os alvos devem poder notar você, e conseguir compreendê-lo, se você não falar a mesma língua, ou eles não puderem ouvi-lo por alguma razão, isso é o mesmo que trabalhar sem ferramentas apropriadas, ou seja, uma penalidade de -4 no seu teste de perícia.

Perícias de interação funcionam melhor em alvos inteligentes, aqueles com inteligência 3 ou mais. Você pode usá-las em criaturas com inteligência 2 ou menos, mas com uma penalidade -8; elas são estúpidas demais para entender as sutilezas do que você diz. Você não pode usar perícias de interação em alvos que não tenham um ou mais valores de Atributos mentais. Tente convencer uma pedra a ser mais amiga – ou a ter medo de você…

Você pode usar perícias de interação em grupos de alvos ao mesmo tempo, mas apenas para alcançar o mesmo resultado para todos. Assim, você pode tentar usar Enganação ou Convencer para convencer um grupo de alguma coisa, ou Socialização com a especialização Intimidar para amedrontar uma multidão, por exemplo, mas não pode tentar convencer alguns indivíduos de uma coisa e o resto de outra, ou intimidar algumas pessoas e outras não. O Narrador decide se o uso especifico de uma perícia de interação é valido contra um grupo, e pode aplicar modificadores dependendo da situação.

 

Perícias de Manuseio

Algumas perícias, chamadas de perícias de manuseio, exigem manuseio físico delicado. Você precisa de membros preênseis e de um valor de Força, ou de algum substituto aceitável (como uma magia ou habilidade especial), para usar perícias de manuseio. Personagens sem esses requisitos ainda assim podem ter graduações nessas perícias e usá-las para supervisionar o trabalho de outros (concedendo um bônus de prestar ajuda, veja prestar ajuda, no capitulo Introdução), além disso, um fator importante das pericias de manuseio é o equipamento que você est usando.

É impossível realizar um teste de uma pericia de manuseio sem ferramentas para a tarefa.

Se você estiver com equipamento improvisado você sofre um redutor de -4 em seu teste.

Estar utilizando equipamento básico não fornece nenhum bônus, mas também nenhum tipo de redutor.

Equipamento de qualidade superior fornece um bônus de +1 em todos os seus testes, porem seu custo é de 5 vezes maior que o valor normal.

Equipamentos de qualidade Extraordinária fornecem um bônus de +1 ou +2 em todos os seus testes, porem seu custo será de aproximadamente 20 vezes o valor normal.

 

Pericias de Combate

Esta classificação de pericias abrange todas as pericias que são usadas em combate físico individual. As pericias são Luta, Pontaria, Bloqueio e Esquiva. Estas pericias não são afetadas somente pela velocidade e precisão do personagem, o combate físico é muito mais do que isso, envolve sentir as intenções do inimigo, quebrar o ritmo dele, pensamento rápido e adaptabilidade. Por este motivo estas pericias não possuem o limite máximo de graduações igual ao Atributo chave delas, mas sim igual ao Atributo Raciocínio, mostrando que para desenvolvê-las é também necessário atenção e prontidão. Então alguém com RAC 6 pode ter até 6 graduações em Luta, porem a pericia Luta irá somar o valor do Atributo Destreza seu Atributo chave na hora de determinar seu bônus total.

 

Sem Treinamento

Certas pericias podem ser utilizadas somente com treinamento. Quando a descrição “Somente Treinado” aparecer indica que o personagem deve possuir pelo menos 1 graduação na perícia consegue realizar com ela. Caso esta seção não apareça, isso significará que a perícia funcionará normalmente para os personagens não treinados nela (caso ela possa ser utilizada sem treinamento) ou o que um personagem sem treinamento não pode utilizá-la dessa forma (para as perícias definidas como somente treinadas).

 

Condições favoráveis e desfavoráveis

Algumas situações podem facilitar ou dificultar o uso de uma perícia, aplicando um bônus ou uma penalidade no modificador de perícia ou alterando a DIF para se obter sucesso. Arthur possui a perícia sobrevivência; para ele, obter alimento suficiente enquanto esta acampando em uma floresta fértil é completamente diferente de conseguir o mesmo viajando por um deserto estéril.

O Narrador pode alterar as possibilidades de sucesso de quatro maneiras diferentes diante de circunstancias excepcionais.

1 – Conceder +1 ou mais de bônus de circunstância para representar condições que facilitam a tarefa (geralmente +2), como possuir a ferramenta perfeita ou de alta qualidade para o trabalho. Receber ajuda de outro personagem (veja combinando utilizações de perícias, pág. 65) ou obter informações apuradas sobre o assunto.

2 – Aplicar -1 ou mais de penalidade de circunstancia para representar condições que atrapalhem a tarefa (geralmente -2), como atuar diante de uma audiência não amigável ou realizar um trabalho cujo resultado pode ficar abaixo da media.

3 – Reduzir a DIF em 2 pontos para representar circunstancias que facilitem a tarefa, como atuar diante de uma audiência amigável ou realizar um trabalho cujo resultado pode ficar abaixo da media.

4 – Aumentar a DIF em 2 para representar circunstâncias que dificultem a tarefa, como atuar diante de uma audiência hostil ou realizar um trabalho cujo resultado tenha que ser perfeito.

As condições afetam a habilidade do personagem para executar a tarefa relacionada com a perícia alteram seu modificador final. As condições que alteram o grau de sucesso necessário modificam a DIF. Um bônus para o modificador de perícia ou uma redução na DIF do teste gera resultados similares. Ambos aumentam a chance de sucesso, mas representam circunstancias diferentes e, muitas vezes, essa diferença é importante.

 

Acesso às perícias

As regras assumem que um personagem é capaz de encontrar um meio de estudar qualquer perícia. Por exemplo, se Will, o monge, deseja aprender a profissão (marinheiro), não existem regras para impedi-lo. No entanto, o Narrador coordena o mundo e decide os locais onde alguém conseguira aprender certas perícias e onde isso é possível. Enquanto Will estiver no deserto, por exemplo, o narrador pode declarar que ele não tem nenhuma oportunidade de estudar as funções de um marinheiro. Compete ao Narrador decidir se um personagem é capaz de aprender determinada perícia em qualquer cenário.

 

LISTA DE PERICIAS

Abaixo nós temos a lista atual de pericias do Sistema JORNADA RPG e uma breve explicação para que elas servem. No livro completo estarão contidas muito mais informações e regras para diferentes testes para cada uma destas pericias.

 

Perícia Atributo Chave Sem Treinamento
DESTREZA
Cavalgar DES Sim
Luta DES Sim
Pontaria DES Sim
Prestidigitação DES Sim
AGILIDADE
Acrobacia AGI Não
Arte da Fuga AGI Sim
Atletismo AGI Sim
Furtividade AGI Sim
INTELECTO
Arrombar fechaduras INT Não
Codificar INT Sim
Conhecimento INT Sim
Medicina INT Sim
Ofícios INT Não
RACIOCINIO
Empatia RAC Sim
Manha RAC Sim
Percepção RAC Sim
Sobrevivência RAC Sim
PRESENÇA
Adestrar animais PRE Não
Convencer PRE Sim
Enganação PRE Sim
Expressão PRE Sim
Lidar com animais PRE Sim
Liderança PRE Sim
Socialização PRE Sim

 

 

Cavalgar (DES): A capacidade do personagem de controlar e conduzir montarias.
Especializações: Terrestre, Aquático e Voador.

Luta (DES): A capacidade de utilizar armas em combate corpo a corpo para ferir e atingir seus inimigos.
Especializações: Ataque Desarmado, Armas de uma mão, Armas de duas mãos, Armas de haste.

Pontaria (DES): Use Pontaria para Atingir e ferir seus inimigos com armas de ataque a distância.
Especializações: Arcos, Arcos Cruzados, Arremesso, Armas de cerco.

Prestidigitação (DES): Utilize truques de mãos e rapidez manual para desaparecer com objetos, até mesmo aqueles que se encontram na posse de outros personagens.

Acrobacia (AGI): Piruetas e cambalhotas que são feitas para impressionar, confundir e até mesmo diminuir o dano de quedas.

Arte da Fuga (AGI): Técnicas de escape para evitar ficar preso. Escapando de agarramentos e até mesmo amarras e algemas.

Atletismo (AGI): Treinamento físico para executar tarefas de esforço corporal.
Especializações: Saltar, Natação, Escalar.

Furtividade (AGI): Se mover de modo silencioso e sem chamar a atenção, evitando ser encontrado por terceiros.

Arrombar Fechaduras (INT): Abrir de modo forçado fechaduras trancadas.

Codificar (INT): Desvendar e criar códigos.

Conhecimento (INT): O que o personagem sabe sobre determinado assunto. Cada assunto é considerado uma perícia diferente.
Assuntos: Arcano, Natureza, Religião, Administração, etc.

Medicina (INT): A capacidade do personagem de identificar doenças, venenos e tratar de ferimentos.
Especializações: Diagnose, Primeiros Socorros, Cirurgia.

Ofícios (INT): A capacidade do personagem de saber construir e consertar certos tipos de itens. Cada tipo de item é considerado uma perícia diferente.
Itens: Alvenaria, Ferraria, trabalho em couro, etc.

Empatia (RAC): Perceber as intenções dos outros e prever seus cursos de ação.

Manha (RAC): A compreensão das ruas e do submundo do crime. A capacidade de encontrar o mercado “negro” onde se vendem mercadorias roubadas ou ilícitas, também é possível identificar áreas perigosas e atenção indesejada.

Percepção (RAC): O foco e atenção do personagem aos detalhes que estão ao seu redor. Permitindo encontrar coisas escondidas ou difíceis de se achar e impedindo emboscadas e ataques furtivos.

Sobrevivência (RAC): Evitar perigos naturais, obter comida e água em ambientes selvagens e se guiar.
Especializações: Floresta, oceano, montanhas, Orientação, etc.

Adestrar Animais (PRE): Treinar animais para seguir comandos.
Especializações: Cavalos, gatos, cachorros, aves, etc.

Convencer (PRE): Mudar e influenciar as opiniões dos outros.
Especializações: Intimidar, Argumentar, Barganha.

Enganação (PRE): Fingir um comportamento específico. Especializações: Blefar, Lábia.

Expressão (PRE): O personagem sabe se expressar através de música, artes cênicas, poesia e ou similares. Assim como ofícios, cada assunto é considerado uma perícia diferente.

Lidar com Animais (PRE): Se Comunicar e entender os animais.

Liderança (PRE): Manter firme a moral de seus companheiros e incentiva-los diante da adversidade.

Socialização (PRE): Mudar e influenciar as emoções dos outros.
Especializações: Cativar, Seduzir e Provocar.

 

ÍNDICE (Com Links para os Capítulos)

INTRODUÇÃO

Capítulo 1: O Básico

Capítulo 2: Atributos

Capítulo 3: Raças

Capítulo 4: Históricos

Capítulo 5: Pericias

Capítulo 6: Qualidades e Defeitos

Capítulo 7: Equipamento

Capítulo 8: Aventuras

Capítulo 9: Combate e Perigos

Capítulo 10: Magia

Capítulo 11: Seção do Narrador

 

Imagem de capa de Bogna Gawronska (link ArtStation: https://www.artstation.com/denikina)

 

Comments

comments